EDUARDO MIOTTO,
Porto Alegre - RS, BRASIL - 1970

ATIVIDADE PROFISSIONAL

Como Designer desenvolve através de seu estúdio, Wondergraphics, projetos para diversos clientes. Também presta serviços "freelance" para agências de publicidade e produtoras. Sólida experiência na área de criação, desenvolvimento e produção gráfica (catálogos, livros, folders, convites, embalagens, PV, identidade corporativa, interfaces web, animações, etc...).

Como Artista Plástico mantêm produção constante desde 1995, tendo participado de exposições no Brasil e exterior. Obras compõem diversas coleções privadas e também acervos públicos e institucionais.

CAMINHO DAS PEDRAS

Bacharel em Artes Plásticas, com ênfase em Pintura. Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Frequentou classes do Master em Artes Digitais pelo Instituto de Educação Contínua (IDEC), Universidade Pompeu Fabra, Barcelona, Espanha.

Exerceu cargo de professor substituto no Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde ministrou as disciplinas de Introdução a Pintura e Pintura da Figura Humana.

Durante a década de 90 exerceu todos os cargos ligados diretamente à criação, layout e arte final, em agências de publicidade de Porto Alegre.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

Pinturas - To Go - Galeria Mallman&Mallmann - Porto Alegre/RS (2005);
Pinturas - Chromazonas Ultimate 3D paintings - Little Pool Club Barcelona/Espanha (2003);
Pinturas - Galeria Art Cubic - Barcelona/Espanha (2002);
Pinturas - Goethe Institut - Porto Alegre/RS (2001);
Pinturas - Galeria Xico Stockinger, Casa de Cultura Mario Quintana - Porto Alegre/RS (2000);
Pinturas - "Apocaclíptico Party" - Espaço Ado Malagoli, Instituto de Artes / UFRGS Porto Alegre/RS (1999);
Pinturas - Galeria João Fahrion, Casa de Cultura Mario Quintana - Porto Alegre/RS (1998);
Desenhos - Café Antártico - Porto Alegre/RS (1995);
Desenhos - Caixa Econômica Federal - Porto Alegre/RS (1994).

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

Porque Pintura - Espaço Cultural ESPM - Porto Alegre/RS (2008);
Desenhos - Galeria Subterrênea - Porto Alegre/RS (2007);
Pictórica - Palácio das Artes – Belo Horizonte/MG (2006);
Imagens e Encontros - Iguatemi Caxias - Caxias/RS (2005); Imagens e Encontros - Shopping Moinhos - Porto Alegre/RS (2005);
Mostra dos 40 anos do Instituto Educacional João XXIII - Porto Alegre/RS (2004);
Mostra de Lançamento do MAC no Cais do Porto - Armazém A6 - Porto Alegre/RS (2004);
Desc-Arte - Barcelona/Espanha (2002);
Desenhos e Instalações da coleção do Museu de Arte Contemporânea de Americana - Americana/SP (2001);
Divergências - Galeria Iberê Camargo Usina do Gasômetro - Porto Alegre/RS (2001);
Eduardo Miotto e Nelson Rosa - Galeria Xico Stockinger - Casa de Cultura Mário Quintana - Porto Alegre/RS (2001); [Bah] Zart Contemporâneo - Galeria Obra Aberta - Porto Alegre/RS (2000);
Arte à Vista II - XIII Festival de Arte Cidade de Porto Alegre - Usina do Gasômetro - Porto Alegre/RS (1999);
A Orquestra (curadoria) Discoteca Pública Natho / Casa de Cultura Mário Quintana - Porto Alegre/RS (1998);
I Prêmio Jovem Revelação de Artes Plásticas de Americana - Americana - São Paulo; (1998);
Tudo por 1,99 (curadoria) El Pátio de Arte e Cultura - Porto Alegre/ RS (1998);
Introdução a Gravura e O Desenho da Figura Humana - Espaço Ado Malagoli / Instituto de Artes / UFRGS - Porto Alegre/RS (1996);
Prêmio Philips de Arte - MASP - Museu de Arte de São Paulo - São Paulo/SP (1995);
Erótica - Espaço Ado Malagoli, Instituto de Artes / UFRGS - Porto Alegre/RS (1995).

MENÇÕES Premiações e distinções como artista plástico.

Prêmio Exposição no XIV Salão de Artes Plásticas Câmara Municipal de Porto Alegre (2000);
Concurso Outdoor do Atelier Livre da Prefeitura Municipal de Porto Alegre (1999);
Projeto premiado escultura pública para a cidade de Pelotas/RS - Concurso Arte Pública da Secretaria de Estado da Cultura (1998);
Menção Honrosa no Concurso para a criação de Identidade Visual do XI Salão de Iniciação Científica e da VII Feira de Iniciação Científica da UFRGS (1998);
3° prêmio Desenho no I Prêmio Jovem Revelação de Artes Plásticas de Americana/São Paulo / Espaço Cultural da Universidade dos Transportes Americana SP (1998);
Menção Honrosa no Prêmio Philips de Arte / MASP Museu de Arte Moderna de São Paulo São Paulo/SP (1995);
1º Prêmio no Concurso para criação do logotipo do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1994).

BIBLIOGRAFIA

"Pintor e designer gráfico. Porto Alegre, RS,1970. Bacharel do Curso de Artes Plásticas do Instituto de Artes da UFRGS. Também desenhista e performer. Frequentou o ateliê de Fernando Baril. Exerceu todas as funções da área de criação gráfica entre 1988 e 1999. Começou estagiando na Gravina & Praetzel Comunicações, em Porto Alegre. Entre 1980 e 1986 desenvolveu atividades gráfico-plásticas no Centro de Desenvolvimento da Expressão da Secretaria Estadual da Cultura. entre 1993 e 1999, participou de cursos, simpósios e oficinas de artes visuais, como o Simpósio de Arte Pública, VI Bienal Internacional de Arte na Universidade e Pintura e Individuação, ministrado por Richar John, no Centro Municipal de Cultura, Porto Alegre. Desde 1995 participa regularmente de exposições coletivas e concursos com premiações, como menção honrosa no Prêmio Philips de Arte, Museu de Arte de São Paulo (MASP) e I Prêmio Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pela criação do logotipo do Instituto de Artes. Em 1994 realizou sua primeira exposição individual, desenhos, Caixa Econômica Federal, Porto Alegre, e nessa mesma cidade, Café Antártico, 1995 e Galeria João Fahrion, Casa de Cultura Mário Quintana, com pinturas, 1m 1998. Quase ao final do ano de 1999 realizou exposição de pinturas no Instituto de Artes da UFRGS, de maneira ruidosa e performática. Denominou-a de Apoc@clíptico Party, utilizando-se de esquema de segurança (guardas e carro-forte) fez alusão direta e irônica ao poder e ao significado que a obra de arte encerra como valor monetário. Sua pintura é influenciada pelos artistas pops norte-americanos como Roy Lischtenstein, Robert Rauschenberg, James Rosenquist, somados a Warhol e Basquiat, sem drama e de maneira assumida. Possui sólida formação musical (é filho de Hélvia Miotto, figura destacada do mundo da música erudita no Estado) e seu nome completo é Eduardo Miotto Juchem."



Dicionário de Artes Plásticas no Rio Grande do Sul
Renato Rosa & Decio Presser
2 ed. 2000